Inquietação…

Sinto-me no dever de dizer uma palavrinha bem breve sobre um assunto muito importante.

Como padre e como cristão, também eu sou envolvido nessa enxurrada de comentários e notícias sobre casos de “pedofilia” que envolvem sacerdotes, meus irmãos de ministério.

Acho que todo mundo, de uma forma ou de outra tenta se defender ou defender a Igreja, ou atacar a mídia… etc. Bom, eu poderia aqui fazer a mesma coisa, mas não me sinto motivado a isso.

Queria só partilhar que para nós padres isso é particularmente difícil, pois facilmente se toma a parte pelo todo. Na hora de “descobrir os podres” se faz com muita facilidade generalizações e condenações de todo tipo. Talvez seja pelo fato de que a Igreja, fiel ao Evangelho apesar da fraqueza de seus membros, ataca aquilo que a sociedade anti-cristã defende como valor atualmente: aborto, eutanásia, divórcio… só para citar alguns; e defende com muito ardor outros valores que a mesma sociedade expurga: castidade, fidelidade no matrimônio, celibato dos sacerdotes, dentre tantos outros.

Portanto, quando se pode arranjar um motivo para “se vingar” dessa Igreja que incomoda com suas denúncias dos contra-valores e defesa da Verdade do Evangelho, se faz com todo gosto e alarde.

Não quero com isso defender ou desculpar os erros, nem o Papa o faz. Ninguém no seu juízo perfeito o faria. Mas quero partilhar que é, no mínimo, desagradável. É a imagem sagrada dos homens consagrados a Deus e, pelo Espírito Santo, configurados a Cristo para agir em Seu Nome no anúncio do Evangelho e na administração dos sacramentos e das coisas sagradas, que é manchada. Eu faço parte dessa classe (se é que posso chamar assim…), sou sacerdote, procuro ser fiel a Deus desde a minha juventude e quero ser fiel até o fim de minha vida. Milhares de outros sacerdotes procuram viver o que eu estou dizendo, milhares são muito mais santos do que eu. A maioria. Se desgastam nas missões difíceis, com recursos muitas vezes insuficientes ou não condizentes com sua formação. Tantos que dão a vida aos pobres nos hospitais, asilos, favelas, terras de missão. Outros vivem em perigo de morte constante em países muçulmanos ou de intolerância religiosa. Vidas consumidas por amor ao povo, em santa castidade no celibato. Qual a mídia que vai contabilizar esses números? Quem vai fazer reportagem sobre eles? Não vale a pena, não dá IBOPE.

É irmãos, é duro. É triste. Choramos os pecados dos nossos irmãos e sentimo-nos também nós machucados, com o dedo da humanidade apontado para o nosso rosto em acusação.

Bendito seja Deus. Até no seu grupo houve um Judas. Mas não vamos desanimar. Ele, nosso Senhor, não nos prometeu vida fácil, não nos garantiu “imunidade parlamentar”, muito pelo contrário, nos ofereceu a Cruz pois o discípulo não pode ser maior do que o seu Senhor.

Que o Senhor nos ajude, a todos nós, a sermos cada dia mais transparente imagem do Cristo Senhor para o mundo.

CRISTO RESSUSCITOU, ALELUIA!

SIM, VERDADEIRAMENTE RESSUSCITOU, ALELUIA!

Feliz Páscoa!

Anúncios

12 pensamentos sobre “Inquietação…

  1. Obrigada! Não pela “vingança verbal” aos ataques direcionados a Igreja, mas por me fazer relembrar minha história, minha missão como Cristã, o que muitos padres, ministros e até mesmo leigos passam ao doarem a sua Vida a Deus.
    Obrigada pela sinceridade das suas palavras e pela acolhida do meu depoimento!!!
    Que cada acusação levantada, ou breves comentários possa ser questionados, procuremos ajuda diante das dúvidas surgidas e que venha em nossa memória, como lembrança, a doação de vida, bens e até mesmo as limitações da Igreja como um todo…de cada Cristão independente se Católico ou não.

  2. Léo, adoro ler tuas sábias palavras.
    Agradeço a Deus pelos dons que deu a ti.
    Enviei seu texto a algumas pessoas.
    Isso nos une a Cristo em sua dor e nos fortalece no chamado ao amor.
    Que Maria Santíssima te proteja e conduza.

    Erika.

  3. Padre Leo! O que cala as pessoas são os testemunhos! Quando elas atacam a Igreja e nós respondemos contando os testemunhos dos padres que são verdadeiros santos, eles ficam sem ter o que dizer, pois realmente, não tem o que dizer!
    Amei esse texto, pois nos ensina a não contra-atacar, mas sim a abraçar o inimigo contando o que realmente a Igreja é: Santa e Pecadora!

    “Sim verdadeiramente ressuscitou, aleluia!”

  4. Ao momento q ia lendo o seu post, vinha no meu coraçao algumas coisas da minha vida q o senhor sabe +- e ao mesmo dizendo, senhor tende piedade de mim, conservai-me nos teus caminhos, me fortalece em meio tempos dificeis q pra mim o senhor sabe q não são faceis viver conforme o evangelho, mas pela graça de Deus td é possivel e graças a Deus tenho sido sustentado somente pela graça e me faz feliz e em paz e vinha tambem aquela música,” senhor tu sabes td, tu sabes q eu te amo, conheces minhas fraquezas” e nisso o senhor sabe td desses nossos irmãos fracos, porem pessoas apaixonadas por Deus, esses dias eu estava vendo alguns comportamentos de uns irmãos seminarista de uma certa congregação q me assustou mas não cabe a mim julgar e eu me senti culpado, pois eu tenho o dever de rezar por eles e rezar mais e fazer jejum e penitencia por eles, pra q eles tenham uma conversão verdadeira e q sejam sarcedotes santos assim como o senhor e concordo plenamente com o senhor pelo seu post, vou copiar e direcionar aos meus contatos, mais uma vez Padre muito obrigado por td sempre e parabens pela sua consagração, q o nosso senhor lhe faça cada vez mais sarcedote santo,obediente ao evangelho e a igreja, Deus te abençoe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s