POBRES

Os pobres….

Um dia eles verão o que fizemos por eles e podemos nos envergonhar ou sermos recompensados. Hoje, ao olhar para a humanidade, vemos o fruto, a consequência da queda. A pobreza, a miséria, a decadência física, a ignorância, a ausência quase total de “civilização” e, em suma, o pecado que habita em nossos corações, ofuscam a beleza original de Deus em nós.

Mas tudo isso será tirado. Com a Redenção definitiva, o brilho, o esplendor divino voltará ao mundo, a nós. O véu do pecado cairá de nossa natureza e veremos tudo com a clareza da Sabedoria Divina.

Pois bem, quando visitamos um pobre sujo e ignorante, estamos vendo algo provisório, como é provisória a nossa situação atual. Quando chegar o definitivo, aquela pessoa – assim como cada um de nós que cremos em Deus – verá a verdade e verá como a recebemos, acolhemos, a amamos e servimos. Diante dessa pessoa, no céu, teremos acolhimento, reconhecimento, gratidão ou… vergonha! Serão elas que julgarão, diante da Verdade, se amamos a Jesus na pessoa delas (Cf. Mt 25)


“Ofereçamos a misericórdia e a compaixão na pessoa dos pobres que hoje na terra são humilhados, de modo que, ao deixarmos esse mundo, eles nos recebam nas moradas eternas, juntamente com o próprio Cristo nosso Senhor, a quem seja dada a glória pelos séculos dos séculos. Amém.” (São Gregório de Nazianzo)

6 pensamentos sobre “POBRES

  1. Numa pregação, me contaram que a Emmir, certa ocasião, perguntou: ” Por que o pobre se parece tan to com Cristo?” (ou alguma coisa do gênero). Resposta: porque ele sofre.
    Sabe, se a gente soubesse o valor que o pobre tem… doava tudo e ficava pobre também. Sabe, a gente os trataria com tanto respeito como Jesus Eucarístico. Transferiria o grupo de oração pra favela e evangelizaria o pessoal da rua. Tudo para amar o Amor que não é amado!
    E eu… eu que os amo tão pouco… eu que sou da Promoção Humana e faço tão pouco… aiai…
    Sabe, na vida eterna, uma cioisa de que eu vou me envergonhar, certeza, vai ser de um que eu vi uma vez, na terça-feira da Semana Santa deste ano. Eu tinha passado a Quaresma inteira com o propósito de ajudar mais os pobres. Então, eu estava indo para a universidade, bem antes da aula; chegando na praça, eu o vi. Deitado num banco, perto da parada, só de calção: Jesus Cristo perneta, mexendo em um objeto parecido com aquela parte de colocar a pilha em relógio de parede, sabe? Se eu não posso dizer que aquele era um dos mais pobres entre os mais pobres, eu não sei quem asism posso chamar.
    E eu… eu passei direto. Me faltavam as desculpas de sempre: o ônibus não estava perto de chegar, não estava com pressa, nem atrasado… fiquei só olhando. E a vontade e… mas eu não consegui ir. Não tive coragem. Ele ali e eu… eu olhando. Era Cristo: passou por mim e eu nem aí. Diria que minha Quaresmatoda fora em prol daquele dia e… nada. Nem esperei o Pici-Unifor: peguei a topic 55, que passou primeiro, só pra sair dali… como Jonas, que quis fugir do chamado de Deus. Mas Jonas ainda foi profetizar em Nínive. Eu, não.
    Nunca me esquecerei. Acho que foi a imagem mais real de Jesus Cristo que já vi. Porque sofria.

  2. iasuhaiahaihaiuahiauh
    Ora Lucas, eu tinha CERTEZA que você iria comentar esse post.
    Você pode escrever quanto quiser, porque será sempre bem vindo e nunca será “bobagem”.
    Abração meu filho.😉

  3. Ola padre Leonardo
    Bem tive que sair lá do skoob,mas queria lhe propor a troca do seu
    livro Melhor vida não há,pelo meu que é Circo-um olhar poético.Então
    aceita?é que sempre tive vontade de ler esse seu livro.
    Abraço fraterno…Waleska Frota-Fortaleza-Ce.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s