O verdadeiro Pai

Este dia é especial para muitos, talvez triste para alguns, indiferente para outros… cada um tem sua experiência com a paternidade. Às vezes maravilhosa, às vezes nem tanto.

Mas de onde vem esse dom, esse nome tão sublime de PAI? Vem daquele que é PAI por excelência, de quem, quer saibamos ou não, quer creiamos ou não, emana toda paternidade: Deus.

Se quiséssemos elencar as características de um pai, diríamos que o pai é o que cuida, o que protege, o que ajuda, apóia; é aquele que dá segurança, que tira o medo. Que nos sua força nos faz firmes, que nos educa para a vida. É aquele que dá a vida continuamente, até o fim. É aquele em quem podemos confiar e, quando parecer que o mundo inteiro nos rejeita, ele nos acolherá, quanto tudo parecer desabar, jamais estaremos desamparados. É o carinho, o afeto, o amor que nunca, jamais falhará, mesmo diante das mais graves de nossas imperfeições, defeitos, pois ele nos conhece e não se espanta conosco.

Sim, só Deus merece toda a dignidade desse título. Só Deus é PAI em toda a plenitude. Aos homens, imagem e semelhança divina, Ele concede essa honra de ser chamados também de pai.

Pai é todo aquele que participa do ato criador de Deus de gerar, dar a vida. Nesse sentido, não poderíamos de forma alguma separar o pai da mãe, pois Deus é imagem dos dois, e ambos são co-responsáveis na geração da vida. Mas queremos hoje lembrar o dom particular da PATERNIDADE. Esse dom que pertence aos homens.

Os pais são sacramento da paternidade divina. Sinais que devem transparecer e participar dessa glória que pertence ao próprio Deus. Porém, quanta imperfeição… quantas vezes essa imagem de Deus é negada, distorcida, vilipendiada, justamente naqueles que deveriam transmiti-la com toda força. Quantas crianças não reconhecem a paternidade amorosa de Deus justamente por nunca terem contemplado, nem que fosse um mero vislumbre, uma faísca na escuridão, do brilho dessa paternidade no rosto dos seus pais.

Mas não estamos aqui para acusar os pais no seu próprio dia. Não estou aqui para fazer o papel do Kafka. Gostaria somente de lembrar, por mais ferido que alguém tenha sido, por mais que lhe tenha sido negada a verdadeira imagem da paternidade na pessoa do seu pai natural, que se pode e se deve, sim, experimentar esse AMOR olhando para o PAI.

Nele, encontramos todo afeto, amor, carinho, compreensão. Nele a segurança, o apoio, a força. Ele não nos abandona, não nos rejeita, mas nos assume como filhos. Ele nos educa e nos leva a crescer com a força e a doçura do seu braço. Ele nos tira o medo, e nos faz compreender que não estamos sozinhos, que ninguém vai nos atacar, nos roubar, nos destruir por completo, pois ele está ao nosso lado à nosso favor.

Nele, nós encontramos o verdadeiro rosto do PAI. Nele aprendemos a ser pai. Nós como filhos, devemos olhar para os nossos pais e ver esse maravilhoso dom escondido. Não podemos exigir deles mais do que eles podem ou puderam nos dar. Eles são imperfeitos, como nós o somos. Nós temos sede do perfeito, temos ânsia por aquilo que sacia plenamente as nossas expectativas e só em Deus encontramos aquilo que buscamos.

Aos pais que geraram pelo sangue ou que geraram e geram pelo espírito – os pais espirituais, dentre eles, nós padres – apelo para que contemplemos a nossa fonte, o nosso modelo, aquele Único que merece essa dignidade infinita de ouvir alguém nesse mundo pronunciar dirigida a nós essa palavra divina: PAI.

Filhos, perdoem-nos a nossa fraqueza… ajudem-nos a sermos menos indignos desse nome.

Pais, parabéns! Vocês não são perfeitos… mas nós te amamos.

Anúncios

2 pensamentos sobre “O verdadeiro Pai

  1. Deus é um Pai que não tira os olhos de nós. O amor de Dele é maior que o amor de nossos pais por nós. Diz o Salmo que “se meu pai e minha mãe me abandonarem, o Senhor me acolherá”.
    Parabéns também ao senhor, pe. Leonardo, pelo Dia dos Pais, afinal, todo padre é também pai; um pai espiritual capacitado por Deus, porque ensina, repreende e AMA.
    Um abraço…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s