Democracia

Enquanto tivermos voz e liberdade nesse país, temos que tomar uma ATITUDE!

5 pensamentos sobre “Democracia

  1. Você não se lembra?

    Do que foram os anos de política neoliberal no Brasil? Da pauperização da classe média que dela resultou?

    De quantos colegas competentes foram demitidos ou convencidos a se demitir do serviço público na ilusão de que o “mercado” os acolheria, e só encontraram pobreza e abandono?

    Dos professores das universidades públicas que, em virtude dos salários praticamente congelados, preferiram se aposentar e buscar emprego nas universidades particulares?

    De como foram contratados professores em caráter precário ganhando até 500 reais por mês nas universidades públicas, esvaziando com isto as reivindicações dos professores de carreira?

    De como ficaram sucateadas as repartições públicas, em que tudo faltava, não só pessoal como o material básico de limpeza? Do exército de terceirizados que, recebendo salários miseráveis, veio ocupar o lugar de seus colegas na administração dessas mesmas repartições e só fizeram fortuna dos empresários desse ramo?

    Das filas enormes em frente aos guichês do INSS por falta de pessoal para o atendimento?

    De como caíram monumentos históricos por falta de pessoal especializado em restauração e conservação que nunca foram contratados naqueles anos sombrios?

    Das tantas vezes em que pegou um táxi e o motorista era um engenheiro ou economista de uma estatal que tinha sido vítima do “enxugamento” da máquina pública?

    Das fábricas fechadas e do aspecto deprimente que tomou a Avenida Brasil, outrora rica e ocupada por tantos negócios promissores?

    Da miséria em que vivia o povo do Nordeste sem o mínimo do necessário para sobreviver e que hoje vive em casas de alvenaria com luz elétrica, geladeira e televisão? Das tantas meninas prostituídas pelas condições miseráveis de suas famílias? Dos índices de mortalidade infantil que então tínhamos?

    Dos tantos jovens que optaram pelo crime porque não tinham qualquer perspectiva de inserção no mercado de trabalho por conta de uma política econômica que considerava isto apenas um efeito perverso de um modelo que um dia ia fazer do Brasil um país rico?

    É muito importante que você se lembre que aquele Brasil da desesperança e do pessimismo só foi superado no segundo governo de Luís Inácio Lula da Silva.

    Só foi superado quando assumiu as rédeas do governo uma mulher identificada com os ideais do desenvolvimentismo, tal como pensado por Celso Furtado e pelo que havia de melhor no pensamento político, econômico e científico que estava em plena florescência no Brasil antes do Golpe Militar de 1964.

    Aquele Brasil de um povo humilhado e sem expectativas do segundo governo de Fernando Henrique Cardoso só foi superado quando Dilma Roussef assumiu a Casa Civil.

    Só foi realmente superado quando o governo Lula finalmente levou adiante um projeto de real redistribuição da riqueza; de elevação gradativa do salário mínimo; de fortalecimento das instituições públicas; de valorização dos professores; de eficiência da máquina pública a partir da criação de um quadro de funcionários concursados; de enriquecimento das empresas estatais que são patrimônio de todos os brasileiros.

    É um quadro de melhora na qualidade de vida que atingiu a todos e que só infelicita aos preconceituosos que colocam acima da felicidade e do bem-estar do povo de seu país os modismos de uma elite fútil e inconsciente e o discurso do falso moralismo dos que pretendem inviabilizar a era de progresso e desenvolvimento que iniciamos.

    É preciso lembrar sempre que foi a partir do momento em que Dilma Roussef assumiu o papel de protagonista do governo Lula que o Brasil entrou nessa nova era.

    Se você lembra de tudo isto e não quer o retrocesso que o abandono desse projeto representaria para o seu país, garanta a vitória de Dilma Roussef no 1º Turno, com o seu voto, o de toda a sua família, o de seus colegas e o voto de todas as pessoas com quem falar.

    *Isabel Lustosa, historiadora, é pesquisadora da Casa de Rui Barbosa.

  2. Padre…tinha uma admiração pelo Sr. mas agora…tô extremamente decepcionada! Triste! Que projeto de governo o Sr. acha que virá com o PSDB? O que vai beneficiar a burguesia, né? Ahhh esqueci que o Sr. é do Shalom…entendi agora!

    • Tudo bem, posso concordar com muitas coisas que você disse acima, mas você não explicou nenhuma das acusações que o vídeo mostra. Uma outra coisa muito importante minha irmã: eu sou um PADRE e não preciso ou quero admiração por minha posição política. Se você ou qualquer pessoa me admirar deve ser por minha FÉ em DEUS pois é isso que eu represento. Não sou candidato, não sou político, não sou sociólogo, não sou filiado a partidos, eu sou CATÓLICO e minha única bandeira a defender é a FÉ em NOSSO SENHOR JESUS CRISTO e nos valores inalienáveis do evangelho. Agora, como cidadão, eu tenho todo o direito de expressar minha opinião; porém, jamais farei isso no exercício do meu ministério, ou seja, não falo como padre, falo como pessoa, como cidadão do país, e isso é democracia. Se eu não fosse democrático, não aceitaria seu comentário aqui, pois o blog é meu e eu tenho direito de aceitar ou não qualquer comentário que se escreva. Portanto, respeito sua opinião de cidadã e, se você acha que votar em uma pessoa ou partido que se declarou várias vezes e documentadamente abortista, que o faça, mas minha consciência não o permite.
      Deus te abençoe na paz de Cristo.😉

      • Uma outra coisinha: você está insinuando que nós do Shalom somos elitistas… bom, isso é sua opinião. Agora eu lhe pergunto: se você tem acesso a todo esse tipo de informação que postou aqui e tem acesso à internet, será que você não faz parte da elite cultural do país? Ou você acha que uma pessoa que estuda em escola pública, que não tem sequer esperança de entrar em faculdade, nesse país que as casas com aparelho de DVD superam em muito as casas com saneamento básico, você acha que essa pessoa pode colocar um comentário desse aqui? Claro que não, sabe por que? Porque ela faz parte da massa desinfomada da nação desigual que sempre foi nosso Brasil. Portanto, seja bem vinda à elite brasileira. A minoria que tem o privilégio do acesso à educação de qualidade. Parabéns!

  3. Ô Padre…realmente não tenho porque me preocupar com o que o Sr. pensa…pode ter sua opinião…mas fique aberto para novas idéias…por exemplo: realmente faço parte da ELITE CULTURAL e ao contrário do que o Sr. pensa estudei em escola pública e entrei numa faculdade pública, me formei, criei consciência política e acima de tudo, creio em um Deus que é JUSTO, que está ao lado dos pobres, que defende a vida, mas vida para todos seja ele rico ou pobre…
    Reflita sobre projetos , mas só há dois lados, o que um defende é COMPLETAMENTE diferente do que o outro defende (temos prova disso! ou no mínimo MEMÓRIA).
    A Dilma (pessoa) não é dos nossos melhores sonhos, mas o Serra e o PSDB é dos nossos piores pesadelos! Pro Senhor não sei…mas pra milhares de pessoas “sem esperança” com certeza!
    Leia só mais um texto: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20101002/not_imp618576,0.php

    “Quando, pela primeira vez, os sem-cidadania conquistaram direitos mínimos que desejam preservar pela via democrática, parte dos cidadãos que se consideram classe A vem a público desqualificar a seriedade de seus votos. ”

    Deus o abençoe e que o Espírito Santo ilumine seus pensamentos e atitudes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s